terça-feira, 11 de outubro de 2016

A pipa

- Segure a lata de linha filho. A pipa já está no alto.
 - Nossa, pai, ela puxa forte!
- É que o vento está bom.
- Pai, olha, está vindo outra pipa perto da minha.
-  Rápido, me devolva a linha!
- Ah, tarde demais! Fomos cortados.
De repente o garoto descambou a chorar. Na esquina da rua, gritaria e risadas. O pai constrangido pegou o filho pelo braço e resolveu ir embora. Ao passarem pela garotada, observaram que havia um adulto debochando e isso encolerizou mais ainda o menino. O pai tentou contemporizar e o filho respondeu:
- Nossa, como você é bundão, pai! Que vergonha ser filho de um frouxo!
Ao entrarem no carro, o filho notou o semblante sereno e inalterado do pai, que suavemente engatou a marcha e saiu vagarosamente em direção aos seus algozes. De repente, pé em baixo, velocímetro que dispara e ...
 - Pai o que você fez?

Quem é frouxo agora, moleque? 

Nenhum comentário:

Postar um comentário